Enfermeira
Quais as diferenças entre o plano de saúde e o seguro de saúde?
3 de julho de 2018
Seguro para Abdução Alienígena
Os tipos de seguros mais estranhos do mundo
30 de julho de 2018
bitcoin seguro - Seguro para Bitcoin: Ele existe?

Nos últimos tempos, o termo Bitcoin ganhou bastante relevância na sociedade. Moeda digital, do tipo criptomoeda descentralizada, ela é responsável pelo ressurgimento de um sistema bancário livre, com uma forma de pagamento extremamente inovadora.

Seu problema maior, entretanto, é que, por ser descentralizada, qualquer tipo de revés ou fraude sofrido dentro do mercado de bitcoin pode significar uma perda financeira muito alta para quem investiu nesse ativo. Por isso que uma nova categoria de seguro vem crescendo, a proteção sobre as Bitcoins.

Se hoje o dinheiro que passa pelas mãos dos cidadãos depende de uma emissão do Banco Central, o dinheiro digital não possui nenhum tipo de instituição para sua regulação. Nem um banco central, governo ou até bancos privados, sendo a cotação de bitcoins feita pela oferta x demanda do mercado, um dinheiro livre e totalmente desestatizado.

Até por isso, a carteira de bitcoin existe apenas como um dinheiro virtual. Todas as transações que são feitas pela internet passam por uma série de códigos e validações, para garantir a segurança dos dados de cada um.

Muitas pessoas acreditam que investir em minerar bitcoin pode não ser muito seguro, justamente por não ter com quem contar caso algo aconteça de errado. Porém, não é bem assim, como é possível ver logo a seguir.

Os tipos de seguros para bitcoin

Algumas seguradoras ao redor do planeta estão começando a oferecer um tipo especial de proteção para as moedas virtuais, se apresentando sempre dispostas a enfrentar todos os desafios e riscos desse setor da economia que se apresenta com um crescimento muito rápido nos últimos anos.

Bitcoin 1 - Seguro para Bitcoin: Ele existe?

Até este momento, a cotação de seguro para bitcoin é feita por apenas algumas seguradoras, principalmente nos Estados Unidos, como a XL Catlin, Chubb e Mitsui Sumitomo Insurance. Mesmo que exista interesse em atuar nesta área do mercado, ainda não se tem muita atenção para oferecer esses tipos de seguros.

Uma das maiores justificativas seriam todos os riscos apresentados. Muitos investidores de moedas virtuais já perderam bilhões de bitcoins por conta de erros técnicos e fraudes.

Para as seguradoras, o desafio é calcular o risco e garantir a cobertura dessas indenizações para os clientes. Como fazer a proteção de algo que existe apenas no virtual, desestatizado e que utiliza uma tecnologia que ainda não é totalmente entendida?

No caso da seguradora XL Catlin, por exemplo, a empresa teve que se tornar o próprio especialista em novas tecnologias. Para fazer isso, eles tiveram que conversar com os principais atuantes e potenciais clientes antes de desenvolver o preço do seguro para criptomoedas. Atualmente, eles oferecem uma cobertura de seguro anual para crimes de até 25 milhões de dólares por sinistro.

Porém, mesmo se estudando previamente o mercado de Bitcoin, as seguradoras precisam gastar mais tempo que o habitual, para examinar tudo, antes de lançar o simulador de seguro.

É preciso verificar desde procedimentos de segurança em ambientes virtuais, armazenamento de dados, escala de operações até as pessoas envolvidas, um processo que pode demorar muito tempo.

O futuro do mercado digital

Dentro do que o mercado está propondo, as seguradoras estadunidenses que estão apostando em criptografia ganharão um maior reconhecimento em um futuro próximo. Todas as vendas de moedas digitais arrecadaram, no ano de 2017, cerca de 5 bilhões de dólares, segundo dados da CB Insights. Porém, ainda não existe nenhuma estimativa de quanto foi segurado ou sobre os valores recolhidos em prêmios.

Muitas das seguradoras ainda continuam muito cautelosas em fazer um orçamento de seguro para bitcoin. Algumas, como a Great American Insurance Group, oferecem a proteção contra roubo de funcionários para empresas que aceitam bitcoin como pagamento, mas evitam outros riscos, como o de hackeamento.

Por ser um mercado pouco conhecido, há uma necessidade de se estudar bastante, tanto para se investir quanto para fazer os seguros de bitcoins. O fato é que no mercado de bitcoin, quanto maior o risco, maiores as chances de lucro. E a empresa que sair na frente vai ganhar mais experiência e investidores, quando esse mercado se estabilizar e evoluir.

E para encontrar os melhores seguros diferentes, conte sempre com a Boaventura. Somente no site você pode encontrar grandes ofertas para o orçamento de seguro online que você deseja. Continue navegando e confira.

Boaventura Seguros
Boaventura Seguros
Há 18 anos fazendo a diferença no dia a dia do nosso segurado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *